FotoJOãO LUIS CUNHA CARDOSO
    (Professor catedrático)
    Telf.: (+351) | E-Mail: joao.cardoso@uab.pt


    Unidade(s) Curricular(es):

    Curriculum Vitae Resumido:
      Professor Catedrático de Pré-História da Universidade Aberta e Presidente do seu Conselho Científico desde 2006; Académico Correspondente da Real Academia de la História (Madrid), Académico de Número da Academia Portuguesa da História, de que é actualmente o Vice-Presidente, e Membro Correspondente do Instituto Arqueológico Alemão (Berlim). Iniciou a sua actividade arqueológica em 1975, e é autor ou co-autor de cerca de 450 artigos e capítulos de livro, além de mais de dezena e meia de monografias, de temática arqueológica, incluindo a Arqueozoologia, a Geoarqueologia e a História da Arqueologia. Dirigiu mais de uma centena de campanhas de escavações realizadas em diversas regiões de Portugal, especialmente na Estremadura, na Beira Interior e no Alto Algarve, desde 1983 até ao presente, centrando-se em estações do Calcolítico e da Idade do Bronze, embora abarcando muitos outros períodos, desde o Paleolítico Inferior à Idade Contemporânea. Foi várias vezes premiado pela Academia das Ciências de Lisboa e pela Academia Portuguesa da História.


    Funções:
      Presidente do Conselho Científico da Universidade Aberta.
      Coordenador do 1.º Ciclo de História, do 2.º Ciclo em Estudos do Património e do 3.º Ciclo de História.
      Membro do Conselho Geral da Universidade Aberta.


    Habilitações Académicas:
      Agregado em História (História Antiga)  pela Universidade Aberta, por unanimidade do Júri


    Experiência Profissional:
      Assistente de Investigação no Laboratório nacional de Engenharia Civil (1981-1985)
      Assistente  da Universidade  Nova de Lisboa (1985-1992)
      Professor Auxiliar da Universidade Nova de Lisboa de nomeação provisória (1992-1997)
      Professor Auxiliar da Universidade Nova de Lisboa de Nomeação Definitiva (1997-1998)
      Professor Auxiliar da Universidade Aberta de Nomeação Definitiva (1998-2000)
      Professor Auxiliar com Agregação de Nomeação Definitiva da Universidade Aberta (2000-2001)
      Professor Associado com Agregação de Nomeação Definitiva da Universidade Aberta (2001-2005)
      Professor Catedrático com tenure da Universidade Aberta (2005-   ). 


    Área(s) de Interesse Científico e de Investigação:
      Arqueologia; Pré-História; Proto-História; Período Romano; História da Arqueologia; Arqueozoologia


    Publicações mais Recentes:

      Bicho, N. F. & CARDOSO, J. L. (2010) – Paleolithic occupations and lithic assemblages from Furninha cave, Peniche (Portugal). Zephyrvs. Salamanca. 66, p. 17-37.

      Zilhão, J.; CARDOSO, J. L.; Pike, A. W. G. & Weninger, B. (2011) –   Gruta Nova da Columbeira (Bombarral, Portugal): site stratigraphy, age of the Mousterian sequence, and implications for the timing of  Neanderthal extinction in Iberia. Quartär. 58, p. 93-112..


      Muller, R. & CARDOSO, J. L. (2008) – The origin and use of copper at the chalcolithic fortification of Leceia (Oeiras, Portugal). Madrider Mitteilungen. Wiesbaden. 49, p. 64-93.

      Schuhmacher, T. X.; CARDOSO, J. L. & Banerjee, A. (2009) – Sourcing african ivory in Chalcolithic Portugal. Antiquity, 83:, p. 983-997.

      CARDOSO, J. L. & Boaventura, R. (2011) – The megalithic tombs in the region of Belas (Sintra, Portugal)and their aesthetic manifestations. Trabajos de Prehistoria. Madrid. 68 (2), p. 297-312.

      Carvalho, A. F.; Gibaja Bao, J. & CARDOSO, J. L. (2013) – Insights into the earliest agriculture of Central Portugal: sickle implements from the Early Neolithic site of Cortiçóis (Santarém). Comptes Rendus Palevol, 12, p. 31-41.

      CARDOSO, J. L. & Coelho, M. D. (2012) – The marine malacological remains from the Chalcolithic fortified settlement at Outeiro Redondo (Sesimbra): collection strategies used by a sedentary community from the 3rd Millenium BC on the Portuguese coast. Zephyrvs. Salamanca.  70 (2),  p. 85-111. 

      Detry, C. & CARDOSO, J. L. (2010) – On some remains of dog (Canis familiaris) from the Mesolithic shell-middens of Muge, Portugal. Journal of Archaeological Science. 37, p. 2762-2774.



    Informações Complementares:
      Vice-Presidente da Academia Portuguesa da História;
      Subdirector do Centro de Arqueologia da Universidade de Lisboa (centro creditado pela FCT).