FORMAçãO AVANçADA EM TECNOLOGIA E ARTE COMPUTACIONAL
Código: 23007
ECTS: 20
Departamento: Departamento de Ciências e Tecnologia
Área Científica: Tecnologias de Informação e Comunicação
Palavras-Chave:
    Arte Computacional
    Arte Digital
    Estética Computacional
    Artefactos Digitais
Docentes:
José Bidarra de Almeida
Área Científica: Ciências da Educação.
Correio Eletrónico: bidarra@uab.pt

José Coelho
Área Científica: Informática.
Correio Eletrónico: jcoelho@uab.pt

João Miguel Fernandes Rodrigues
Correio Eletrónico: jrodrig@ualg.pt

Pedro Alves da Veiga
Área Científica: Média-Arte Digital
Correio Eletrónico: pveiga@ciac.uab.pt

Paulo Shirley
Área Científica: Informática.
Correio Eletrónico: paulo.shirley@uab.pt

Sinopse:
Esta unidade curricular visa proporcionar os conhecimentos e competências fundamentais acerca dos princípios, conceitos, modelos e técnicas das diversas subáreas da tecnologia e arte computacional,nomeadamente, estética computacional; programação de sistemas e aplicações;sensores e actuadores; som e música digitais; visão por computador; realidade virtual; visualização de informação; e narrativas e jogos digitais.


Competências:

Ao concluir esta unidade curricular o aluno deverá estar capaz de:

  • Reconhecer a importância das diversas subáreas identificadas para a arte computacional; no desenho e implementação de aplicações informáticas suscetíveis de integração em artefactos de arte computacional;
  • Identificar, classificar e integrar os princípios, principais modelos, algoritmos e técnicas das diversas subáreas tecnológicas para desenvolver arte computacional;
  • Identificar, analisar, categorizar e avaliar tecnologia disponível; aplicar esta no desenvolvimento de um artefacto experimental de arte computacional.


Conteúdos:

Esta unidade curricular desdobra-se nas diversas subáreas disciplinares da tecnologia e arte computacional identificadas. O aluno terá de optar por quatro destas subáreas totalizando 20 créditos. O programa inicia com:


1) Fundamentos da arte computacional: história da arte digital, os movimentos de arte contemporânea que recorrem aos meios computacionais; conceitos de estética computacional, referências principais que permitam aprofundar o estudo;
Dentro de cada subárea o programa abarca os seguintes tópicos:

2) Fundamentos: conceitos, princípios,objetivos e motivação principal;

3) Técnicas: estudo das tecnologias;funcionamento e aplicação; experimentação; reflexão pessoal e em grupo acercados resultados;


A unidade curricular contempla ainda a realização de um projeto de experimentação e aplicação dos conhecimentos adquiridos.


4) Projeto: conceção, desenho e implementação; teste e verificação; apresentação final na forma de artefacto de arte computacional. Relatório descritivo e reflexivo.


Bibliografia:
  • “Digital Art”, Paul Ch., Thames & Hudson Ltd, London, ISBN: 978-0-500-20367-5;
  • “Processing: A Programming Handbook for Visual Designers and Artists”, Reas C., Fry B., TheMIT Press, ISBN: 0262182629;
  •  “Handbook of modern sensors: physics, designs and application”, Fraden, J., Springer-Verlag, ISBN:0387007504;
  •  “Digital Image Processing”, Rafael C. Gonzalez; Richard E. Woods; Addison Wesley;
  • “Complete Guide to Digital Audio”, Middleton, Ch., Course Technology PTR, ISBN: 1592001025;
  • “Handbook of Virtual Environments: Design, Implementation, and Applications”, Stanney, K.M. (Ed.),Mahwah,  New Jersey: Lawrence Erlbaum Associates, Inc., ISBN 080583270X, 2002;
  • “Digital Storytelling: A Creator's Guide to Interactive Entertainment”, Miller, C.H., Focal Press,ISBN 0240805100;
  • “Information Visualization – beyond the horizon”, Chen, Ch., Springer, ISBN:1852337893;


Metodologias de Ensino:
Blended learning


Total de Horas de Trabalho: 520
Total de Horas de Contacto: 156

Observações:

Em função da natureza tecnológica da unidade curricular o processo de ensino/aprendizagem observa uma abordagem de aprendizagem  teórico-prática colaborativa online, em turma virtual, que se baseia na realização de trabalhos práticos individuais e em grupo, cujos resultados são apresentados no contexto de duas workshops presenciais durante o decurso da disciplina, para assegurar a complementaridade recíproca entre a teoria e a prática.