INTERVENçãO ARTíSTICA E INTERCULTURALIDADE
Código: 23009
ECTS: 5
Departamento: Departamento de Ciências e Tecnologia
Área Científica: Expressões Artísticas
Palavras-Chave:
    Intervenção Artística
    Interculturalidade
    Arte Educação
Docente:
Pedro Alves da Veiga
Área Científica: Média-Arte Digital
Correio Eletrónico: pveiga@ciac.uab.pt

Sinopse:
Esta unidade curricular visa a experimentação em intervenção artística em contextos comunitários e multi-culturais. O enfoque será nos sujeitos produtores de objetos artísticos e nas dinâmicas de receção e fruição. Atenta-se igualmente à ótica transformadora das aprendizagens através e pela arte ao longo da vida.


Competências:
Ao concluir esta unidade curricular o aluno deverá estar capaz de:
  • Identificar problemáticas das sociedades multi-culturais com reflexos na arte e educação;
  • Eleger uma teia transdisciplinar de conceitos, de metodologias de atuação e de pesquisa potenciadoras de práticas artísticas, educacionais e interculturais pertinentes, fecundas e válidas;
  • Desenvolver um projeto artístico em contexto de investigação-ação, com níveis elevados de autonomia, de criatividade e de exigência artística, educacional e científica;
  • Participar em redes comunitárias e (inter) nacionais de produção, animação e pesquisa nos domínios da arte, educação e relações interculturais.


Conteúdos:
Nesta unidade curricular coloca-se o foco na complexidade dos processos de intervenção e de criação de objetos, percursos e narrativas artísticas em contextos interculturais de contemporaneidade.
O elenco temático a desenvolver destaca o seguinte roteiro:
1) Tendências contemporâneas em arte e educação;
2) Desafios da arte, educação e interculturalidade;
3) Perfis de liderança e de competências dos agentes e organizações de mudança e inovação artística, pedagógica e didática;
4) Planeamento, implementação e avaliação de programas de “boas práticas” artísticas;
5) Investigação e critérios científicos de “boas práticas” em arte, educação e relações interculturais;
6) Projeto de intervenção: experimentação em contexto social real de práticas de intervenção via um projeto de investigação-ação.


Bibliografia:
  • BAMFORD, A.. (2006). “The Wow Factor: Global Research Compendium on the Impact of the Arts in Education”. Münster, Germany: Waxmann.
  • BIZARRO, R. (Org.). (2007). “Eu e o Outro — Estudos Multidisciplinares sobre Identidade(s), Diversidade(s) e Práticas Interculturais”. Porto: Faculdade de Letras da Universidade do Porto e Areal Editores.
  • BOAL, A. (2005). “Teatro do Oprimido e Outras Poéticas Políticas”. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira.
  • MAE BARBOSA, A.. (2006). “Arte-Educação Contemporânea”. São Paulo: Cortês.
  • MARTINS, A. (Coord.) (2002). “Didática das Expressões”. Lisboa: Universidade Aberta.
  • MARTINS, A. (2009). “Bertold Brecht: Memórias e Desafios para a Didática das Expressões e das Artes”, in Jornadas sobre Bertold Brech 1898-1956. Lisboa: Universidade Aberta. (em CDrom).
  • SOUSA, M. R. (2010). “Música, Educação Artística e Interculturalidade: A Alma da Arte na Descoberta do Outro”. Porto: Lugar da Palavra Editora.


Metodologias de Ensino:
Blended learning


Total de Horas de Trabalho: 130
Total de Horas de Contacto: 30

Avaliação:
Ao longo do semestre, cada um dos alunos é integrado num grupo de produção e de criação artística, participando e construindo um objeto artístico determinado pela auscultação de pulsares de criação inovadores no contexto cultural e comunitário em presença. A avaliação incidirá na produção e criação do objeto artístico apresentado a uma audiência. A elaboração de um relatório sobre a retroação da experiência completa a descrição sobre o processo e o produto da criação do objeto artístico.


Observações:
Privilegia-se uma metodologia de trabalho centrada no aluno em contexto social de experimentação e de produção artística. Procura-se o contato criativo entre as artes performativas das expressões dramática e do teatro, musical, visuo-plástica e da dança, nas suas ligações com o cinema e a tecnologia digital. As sessões a desenvolver farão recurso a momentos presenciais e a momentos de mediação tecnológica e a distância, em turma virtual.