SOCIEDADE E CULTURA ESPANHOLAS II
Código: 31352
ECTS: 6
Departamento: Departamento de Humanidades
Área Científica: Cultura
Palavras-Chave:
    Cultura
    Sociedade
    Espanha
    Século XX
Docente:
António Chenoll Mora
Correio Eletrónico: achenollm@gmail.com

Sinopse:
A importância desta unidade curricular prende-se com a percepção quais os motivos mais recentes da situação política, social e económica na Espanha atual. Serão analisados os principais elementos iconográficos na cultura espanhola, as diferentes visões do «eu» e do «ele», o conceito de estado vs. nação, a Espanha europeia e o relevo geracional na política, entre outros. Para isso, será fundamental a leitura não só dos textos referidos na bibliografia, como também outros textos atuais quer escritos, quer audiovisuais que ajudarão a perceber de maneira holística a Espanha contemporânea.
 


Competências:
Os estudantes devem ser capaz de
• identificar, analisar e relacionar os principais conflitos sociais e económicos do século XXI na Espanha atual.
• perceber as questões nacionalistas no estado espanhol.
• ler de forma crítica os textos escritos e audiovisuais mais representativos de cada conflito analisado.
• perceber com visão crítica o panorama político da Espanha atual.
• conhecer a realidade linguística, cultural, social e económica da Espanha atual.
 


Conteúdos:
Nesta unidade curricular pretende-se analisar os principais eventos socioculturais que envolveram a sociedade espanhola no século XXI. Para isso serão analisados e problematizados eventos como o debate e aprovação da constituição espanhola, o golpe de estado do 23F, o terrorismo basco e estrangeiro, os movimentos sociais do 15M e a ascensão dos novos partidos políticos.


Bibliografia:
MAGALHÃES, Grabiel (2016). Los españoles. Madrid: Elba, 208p., ISBN: 9788494366666
GOYTISOLO, Juan (2008). Espanha e os Espanhóis. Lisboa: 90º Editora, , 120p. ISBN 9789728964085


Metodologias de Ensino:
E-learning



Total de Horas de Trabalho: 156
Total de Horas de Contacto: 15

Avaliação:
O regime de avaliação preferencial é o de avaliação contínua, constituída pela realização de 2/3 e-folios (trabalhos escritos em formato digital), ao longo do semestre letivo, e de um momento final de avaliação presencial (p-fólio), a ter lugar no final do semestre, com peso de, respetivamente, 40% e 60% na classificação final. Os estudantes podem, no entanto, em devido tempo, optar um único momento presencial de avaliação, realizando, então uma prova de Avaliação Final (exame) com o peso de 100%.


Observações:
Nada a referir