TEORIA E CRíTICA CINEMATOGRáFICAS
Código: 51115
ECTS: 6
Departamento: Departamento de Humanidades
Área Científica: Estudos Artísticos
Palavras-Chave:
    1. Análise fílmica
    2. Crítica cinematográfica
    3. Teoria(s) cinematográfica(s)
    4. Linguagem cinematográfica
Docente:
Maria do Rosário Lupi Bello
Área Científica: Estudos Literários.
Correio Eletrónico: rosario@uab.pt

Sinopse:

Esta unidade curricular apresenta os conceitos teóricos e instrumentos críticos fundamentais que permitem a compreensão aprofundada da linguagem cinematográfica, na sua especificidade e plurissignificação simbólicas. Para tal considera-se indispensável a contextualização epocal e estética das obras (género, período histórico e/ou movimento artístico), bem como o conhecimento de diversas abordagens críticas ao cinema, particularmente de autores como André Bazin, Christian Metz, Roland Barthes, Gilles Deleuze, Marcel Martin, Andrew Tudor, Seymour Chatman, Robert Stam, David Bordwell, Stanley Cavell, entre outros.
O objectivo principal desta unidade curricular é fomentar no estudante o gosto crítico pelo valor estético e significativo dos filmes cujo visionamento será proposto, encorajando-o ao “encontro” com os respetivos autores e, consequentemente, à descoberta de outras obras e de outros realizadores.



Competências:
• Identificação das principais teorias de análise cinematográfica
• Capacidade de contextualização epocal e estética dos filmes
• Análise crítica dos filmes visionados de acordo com os conceitos apresentados


Conteúdos:

•Introdução. Da teoria formativa ao Realismo “fotográfico”
•As teorias “francesas”: De Bazin, Mitry e Metz a Barthes e Ricoeur
•Da Psicanálise à teoria de “Auteur”
•Da Fenomenologia ao Estruturalismo e Pós-estruturalismo. A teoria narrativa
•Outras vias e tendências. Conclusões



Bibliografia:

Bibliografia Obrigatória
AUMONT, Jacques, Michel Marie, Dicionário teórico e crítico do cinema, Lisboa, Ed. Texto § Grafia, 2009.
_____________, A análise do filme, Lisboa, ed. Texto § Grafia, 2009.
ANDREW, Dudley, The Major Film Theories. An Introduction. London/Oxford/New York, Oxford University Press, 1976.
BAZIN, André, O que é o Cinema ? (Tít orig. Qu’est-ce que le Cinéma ? Paris, Éditions du Cerf, 1958). Lisboa, Livros Horizonte, 1992.
TUDOR, Andrew, Teorias do Cinema. Lisboa, Edições 70, 1985.

Bibliografia Complementar
ANDREW, Dudley, Concepts in Film Theory. Oxford/New York, Oxford University Press, 1984.
BORDWELL, David/THOMPSON, Kristin, Film Art: an Introduction. New York, McGraw-Hill, 1993.
DELEUZE, Gilles, L’image-Mouvement. Paris, Les Éditions de Minuit, 1983.
DELEUZE, Gilles, L’image-Temps. Paris, Les Éditions de Minuit, 1985.
LAPSLEY, Robert; WESTLAKE, Michael, Film Theory: an Introduction. New York, Manchester University Press, 1988.
MILLER, Toby; STAM, Robert, A Companion to Film Theory. Oxford, Blackwell Publishing, 2005.
STAM, Robert, Film Theory. An Introduction. Oxford/Massachusetts, Blackwell Publishers, 2000.

Oportunamente será recomendada filmografia específica.



Metodologias de Ensino:

E-learning.




Total de Horas de Trabalho: 156
Total de Horas de Contacto: 15

Avaliação:
O regime de avaliação preferencial é o de avaliação contínua, constituída pela realização de 2/3 e-folios (trabalhos escritos em formato digital), ao longo do semestre letivo, e de um momento final de avaliação presencial (p-fólio), a ter lugar no final do semestre, com peso de, respetivamente, 40% e 60% na classificação final. Os estudantes podem, no entanto, em devido tempo, optar um único momento presencial de avaliação, realizando, então uma prova de Avaliação Final (exame) com o peso de 100%.


Observações:

É conveniente um bom conhecimento passivo da língua inglesa.