MODELOS DE AVALIAçãO DAS APRENDIZAGENS
Código: 12023
ECTS: 7
Departamento: Departamento de Educação e Ensino a Distância
Área Científica: Ciências da Educação
Palavras-Chave:

    Avaliação
    Processo
    Qualidade

Docente:
Lúcia Amante
Área Científica: Ciências da Educação.
Correio Eletrónico: lucia.amante@uab.pt

Sinopse:
Pretende-se apresentar a qualidade como uma exigência que cresce num processo irreversível e contribuir para a implementação da cultura da avaliação. Esta assume na sociedade contemporânea um papel de destaque no campo pedagógico, quer no fornecimento de dados sobre o desempenho dos alunos, quer no fornecimento de informações essenciais que contribuam para melhorar a forma como estes aprendem, perspectivando a construção de uma escola de qualidade. Em ambiente de ensino-aprendizagem, a avaliação como processo e/ou como produto é absolutamente necessária. Adopta-se nesta unidade curricular uma perspectiva de avaliação ancorada no paradigma construtivista, onde aprender não é um simples processo linear de passagem de conhecimento de uma mente para outra, mas um processo complexo e pessoal de (re)construção de representações e saberes. Nesta óptica, a avaliação distancia-se da gestualidade tecnicista em redor da medida, dos seus processos e dos seus problemas; centra-se antes nos seus actores e nos contextos em que se desenrola contribuindo para uma relação pedagógica mais frutuosa.


Competências:

No final desta unidade curricular, o estudante deverá ser capaz de:
• situar-se criticamente face às necessidades e práticas de avaliação da qualidade das aprendizagens;
• delinear práticas de avaliação que se constituam como um processo de assistência à construção de aprendizagens considerando a especificidade dos actores envolvidos e dos contextos educativos em que têm lugar.



Conteúdos:

• Evolução das Concepções Teóricas da Avaliação
• A avaliação como Processo Socialmente Construído
• A Avaliação numa Perspectiva Formativa
• Instrumentos de Avaliação ao Serviço da Aprendizagem



Bibliografia:
Afonso A. (1998) – Políticas educativas e avaliação educacional. Braga: Centro de Estudos em Educação e Psicologia, Instituto de Educação e Psicologia, Universidade do Minho.
Hadji, C. (1997) – L’évaluation démystifiée. Paris: ESF éditeur.
Jorro, A. (2000) – L’ enseignant et l’ évaluation. Bruxelles: Éditions De Boeck Université.
Perrenoud, Ph. (1999) - Avaliação. Da excelência à regulação das aprendizagens. Porto Alegre: ARTMED.
Pinto, Jorge; Santos Leonor (2006) - Modelos de Avalição das Aprendizagens, Lisboa: Universidade Aberta.


Metodologias de Ensino:
E-Learning (completamente online).


Total de Horas de Trabalho: 182
Total de Horas de Contacto: 18

Avaliação:
A avaliação tem carácter individual e implica a coexistência de duas modalidades: avaliação contínua (60%) e avaliação final (40%). Essa avaliação será desenvolvida na aplicação de formas diversificadas, definidas no Contrato de Aprendizagem da unidade curricular.


Observações:

A frequência desta unidade curricular exige: domínio do inglês ao nível da leitura e conhecimentos de Internet ao nível do utilizador.