HISTóRIA DAS IDEIAS
Código: 51148
ECTS: 6
Departamento: Departamento de Humanidades
Área Científica: Filosofia
Palavras-Chave:
    Razão / Religião
    Igreja / Laicização
    Cristandade / Modernidade
Docente:
Cristiana Maria Santos Graça de Vasconcelos Rodrigues
Área Científica: Estudos Literários Comparados; Estudos Germanísticos.
Correio Eletrónico: cristiana.rodrigues@uab.pt

Sinopse:
Discriminamos três grandes áreas temáticas, importantes para o entendimento dos quadros mentais que moldam o mundo das ideias ocidentais desde a Cristandade medieval aos nossos dias, podendo em diferentes anos letivos seleccionar-se conteúdos específicos de cada uma delas. São estas áreas temáticas:
1. A separação entre Razão e Religião: o lugar de Deus na nova ordem astronómica e celestial; a revolução científica na era moderna.
2. Da Igreja às igrejas: rupturas e continuidade na espiritualidade.
3. A laicização do mundo e da cultura: entre a herança iluminista, a modernidade e a "condição pós-moderna".
A selecção de textos históricos, a partir dos quais se parte para a leitura e o estudo das matérias, devidamente contextualizados com referências complementares e recursos secundários e com orientação do docente, constitui uma boa base de trabalho para exercitar as competências de leitura crítica e de análise de fontes, extraindo das mesmas as ilações necessárias à aquisição de conhecimentos sobre a história das ideias no espaço europeu, e ao seu debate reflexivo.
Além disso, o docente poderá garantir o acesso a recursos disponíveis na Internet, dado tratar-se de fontes de informação que estão já no domínio comum, rentabilizando, no espaço da sala de aula virtual e no contexto pedagógico, o trabalho intensivo sobre as fontes históricas e textos seleccionados.



Competências:
No final do estudo desta Unidade curricular, o estudante deverá ter adquirido as seguintes competências:
- Aquisição de conhecimentos genéricos e específicos sobre a produção e vigência das Ideias no espaço europeu e na era d.C., contextualizadas na tradição de que são simultaneamente produto e ruptura e seleccionadas em função da formação em Humanidades em que esta unidade curricular se oferece.
- Compreensão e aplicação operativa de conceitos teóricos e de conhecimentos adquiridos a determinadas ocorrências históricas e culturais.
- Leitura crítica de fontes documentais e críticas seleccionadas, e o seu manuseamento no sentido da reflexão analítica e autónoma sobre determinada temática ou fenómeno cultural.
- Capacidade de recolha, selecção e interpretação de dados relevantes para a análise de fenómenos ou de temas culturais, ou de certas ideias.
- Capacidade de confrontação de pontos de vista diversos sobre os mesmos fenómenos históricos e culturais.
- Comparação, argumentação e comunicação na exposição teórico-prática de temas, conceitos, fenómenos histórico-culturais.



Conteúdos:

Selecciona-se um corpus de excertos / textos históricos suficientemente ilustrativos de cada uma das temáticas discriminadas abaixo, a partir dos quais se estuda a história das ideias.
1. A separação entre Razão e Religião: os autores seleccionados são Cusa, Copérnico, Bruno, Kepler, Galileu, Descartes.
2. Da Igreja às igrejas: os autores seleccionados são T. de Aquino, G. Pico della Mirandola, Erasmo, Lutero, Voltaire.
3. A laicização do mundo e da cultura: os autores seleccionados são Hobbes, Kant, Rousseau, Baudelaire, Nietzsche, Freud, W. Benjamin, Adorno/Horkheimer, Lyotard.



Bibliografia:
Todos os materiais de estudo serão disponibilizados no espaço da sala de aula virtual de História das Ideias, ao longo do semestre lectivo e em sebentas especialmente elaboradas para o efeito, e com a selecção de textos históricos e documentais, assim como da literatura conceptual e de referência que ajudará à compreensão das matérias.
De seguida, apresentamos alguns dos títulos a estudar nesta unidade curricular; uma selecção definitiva de todos os textos de leitura obrigatória (em excertos ou na íntegra) será dada aquando do início do semestre lectivo:
- O Elogio da Loucura, de Erasmo de Roterdão (http://www.gutenberg.org/ebooks/9371); (http://cultvox.locaweb.com.br/livros_gratis/elogio_loucura.pdf)
- A Liberdade do Cristão, de Lutero.
- 95 teses, de Lutero (http://www.luteranos.com.br/categories/Quem-Somos/Nossa-Hist%F3ria/Martim-Lutero/95-Teses/)
- Discurso sobre a Dignidade do Homem, de Pico della Mirandola
- Dictionnaire Philosophique, de Voltaire
- Alexandre Koyré, Do mundo fechado ao universo infinito, Gradiva. Lisboa, s.d. (com uma boa selecção de textos sobre a revolução científica)
- Suma Teológica, de T.  de Aquino (http://biblioteca.campusdominicano.org/suma.htm)
- Leviathan, de Hobbes (http://publicliterature.org/books/leviathan/1)
- CUNHA, Mafalda Ferin, O que foi a Reforma e a Contra-Reforma, Ed. Quimera



Metodologias de Ensino:
E-learning



Total de Horas de Trabalho: 156
Total de Horas de Contacto: 15

Avaliação:
O regime de avaliação preferencial é o de avaliação contínua, constituída pela realização de 2/3 e-folios (trabalhos escritos em formato digital), ao longo do semestre letivo, e de um momento final de avaliação presencial (p-fólio), a ter lugar no final do semestre, com peso de, respetivamente, 40% e 60% na classificação final. Os estudantes podem, no entanto, em devido tempo, optar um único momento presencial de avaliação, realizando, então uma prova de Avaliação Final (exame) com o peso de 100%.