LITERATURA E CULTURA PORTUGUESAS - ÉPOCA CONTEMPORâNEA
Código: 51149
ECTS: 6
Departamento: Departamento de Humanidades
Área Científica: Literatura e Cultura Portuguesas
Palavras-Chave:
    Guerra
    Colonialismo
    Identidade
Docente:
Maria do Rosário da Cunha Duarte
Área Científica: Literatura.
Correio Eletrónico: rcunha@uab.pt

Sinopse:
Esta Unidade Curricular tem como objectivo conduzir à reflexão em torno de duas importantes questões – a Guerra Colonial e a perda do Império – que marcaram a realidade portuguesa a partir da segunda metade do século XX.


Competências:
No final do semestre, o estudante deve estar apto a:
- reconhecer a importância destas questões na problematização da identidade nacional;
- identificar os temas de que a literatura se serviu para as configurar esteticamente;
- identificar diferentes representações literárias de que foram objecto.


Conteúdos:
1.Os cus de Judas, de António Lobo Antunes
2.A costa dos murmúrios, de Lídia Jorge;
3.O retorno, de Dulce Maria Cardoso.


Bibliografia:
- CASTELO, Cláudia – «O modo português de estar no mundo». O luso-tropicalismo e a ideologia colonial portuguesa (1933-1961, Porto, Afrontamento, 1998.
- RIBEIRO, Margarida Calafate – Uma história de regressos. Império, guerra colonial e pós-colonialismo, Porto, Afrontamento, 2004.
- RIBEIRO, Margarida Calafate e FERREIRA, Ana Paula (Orgs.) – Fantasmas e fantasias imperiais no imaginário português contemporâneo, Porto, Campo das Letras, 2003.
- TEIXEIRA, Rui de Azevedo – A guerra colonial e o romance português, 2ª ed., Lisboa, Editorial Notícias, 1998.

NOTA: Outra bibliografia será oportunamente indicada, se necessário.




Metodologias de Ensino:
E-learning



Total de Horas de Trabalho: 156
Total de Horas de Contacto: 0

Avaliação:
O regime de avaliação preferencial é o de avaliação contínua, constituída pela realização de 2/3 e-folios (trabalhos escritos em formato digital), ao longo do semestre letivo, e de um momento final de avaliação presencial (p-fólio), a ter lugar no final do semestre, com peso de, respetivamente, 40% e 60% na classificação final. Os estudantes podem, no entanto, em devido tempo, optar um único momento presencial de avaliação, realizando, então uma prova de Avaliação Final (exame) com o peso de 100%.