HISTóRIA DA MATEMáTICA
Código: 21166
ECTS: 6
Departamento: Departamento de Ciências e Tecnologia
Área Científica: Matemática
Palavras-Chave:
    História
    Matemática
Docente:
António Araújo
Área Científica: Matemática.
Correio Eletrónico: aaraujo@uab.pt

Sinopse:
Nesta unidade curricular serão estudados, tanto de um ponto de vista histórico e teórico, como de um ponto de vista prático,  métodos matemáticos representativos de um conjunto de civilizações e periodos históricos resumidos na lista de tópicos.


Competências:
Face a cada conceito Matemático em estudo, pretende-se por um lado que o estudante conheça as personagens históricas mais relevantes para o seu desenvolvimento, bem como o contexto histórico e social em que estas se integram, e também que desenvolva competências técnicas elementares na utilização desses conceitos nas suas formas originais, isto é, que seja capaz de executar cálculos e realizar demonstrações essenciais. Pretende-se desta forma que o estudante desenvolva uma maior compreensão das técnicas e conceitos correntes na Matemática, ao ver cada um deles como um objecto do qual conhece a origem, e as várias formas que foi tomando até atingir o estado em que hoje lhe é apresentado.


Conteúdos:
1- A Matemática na África
2- A Matemática no Antigo Egipto
3- A Matemática na Mesopotâmia
4- A Matemática na China
5- A Matemática na Grécia
6- A Matemática na Índia Medieval
7- A Matemática na civilização Islâmica
9- A Matemática no Ocidente Europeu nos séculos XII a XVI
9- As origens da Geometria Analítica e do Cálculo Infinitesimal
10- A Matemática em Portugal


Bibliografia:
1- Maria Fernanda Estrada et al.: História da Matemática, Universidade Aberta, 2000
2- V.M.Seguí: Aspectos Históricos de las Matemáticas Elementales, Textos Docentes vol 79, Prensas Universitarias de Zaragoza, 2001
3- M. Kline, Mathematical Thought from Ancient to Modern Times, Oxford, University Press, 1972
 
 


Metodologias de Ensino:

E-learning.




Total de Horas de Trabalho: 156
Total de Horas de Contacto: 26

Avaliação:
O regime de avaliação preferencial é o de avaliação contínua, constituída pela realização de 2/3 e-folios (trabalhos escritos em formato digital), ao longo do semestre letivo, e de um momento final de avaliação presencial (p-fólio), a ter lugar no final do semestre, com peso de, respetivamente, 40% e 60% na classificação final. Os estudantes podem, no entanto, em devido tempo, optar um único momento presencial de avaliação, realizando, então uma prova de Avaliação Final (exame) com o peso de 100%.