SINTAXE, SEMâNTICA E PRAGMáTICA DO PORTUGUêS
Código: 51158
ECTS: 6
Departamento: Departamento de Humanidades
Área Científica: Linguística
Palavras-Chave:
    Coordenação e subordinação
    Orações subordinadas
    Referência temporal e aspectual
    Atos ilocutórios
Docente:
Carla Aurélia Rodrigues de Almeida
Área Científica: Linguística.
Correio Eletrónico: calmeida@uab.pt

Sinopse:
Unidade curricular que procede à análise linguística do Português através da interface entre Sintaxe, Semântica e Pragmática, desenvolvendo o estudo de estruturas sintáticas e semânticas do Português e relacionando este último com a interpretação do sentido no âmbito da Pragmática. Esta disciplina terá como enfoque o estudo de tipos de frases complexas (a coordenação e a subordinação), a interpretação das expressões linguísticas, a análise da estrutura semântica do enunciado e o estabelecimento de relações semântico-pragmáticas no estudo de aspectos particulares da construção da referência (deixis e anáfora), na análise de valores aspectuais-temporais, no estudo de valores modais e de adjuntos temporais e na análise dos atos de discurso em contexto.


Competências:
Competências específicas:
(i)Compreender as articulações entre Léxico, Sintaxe, Semântica e Pragmática;
(ii)Analisar a estrutura sintática da frase em Português;
(iii)Consolidar e desenvolver conhecimentos de Sintaxe, em particular de tipos de frases   complexas;
(iv)Analisar e compreender a estrutura de encaixe da subordinação;
(v)Proceder à interpretação das expressões linguísticas;
(vi) Aprender métodos rigorosos de análise linguística através da aplicação de testes e da realização de exercícios;
(vii)Distinguir os conceitos de sentido e referente, de expressões referenciais e predicativas e de expressões definidas e indefinidas;
(viii)Distinguir diferentes tipos de valores aspectuais e modais, reconhecendo os respectivos marcadores;
(ix) Distinguir e relacionar referência anafórica e referência deítica;
(x)Analisar os atos ilocutórios nos diferentes contextos situacionais.


Conteúdos:
O programa da unidade curricular incidirá sobre as temáticas relativas
(i) às articulações entre Léxico, Sintaxe, Semântica e Pragmática; (ii) aos fenómenos gramaticais (sintático-semânticos) típicos da Língua Portuguesa; (iii) à estrutura sintática da frase em Português e ao conhecimento sintáctico dos falantes (relações gramaticais, processos de concordância, ordem de palavras, frases simples e frases complexas); (iv) à estrutura semântica do enunciado – sentido e referente; (v) à predicação – caracterização semântica de predicados verbais; (vi) aos valores aspectuais-temporais e valores modais; (vii) à análise dos adjuntos temporais localizadores de eventos; (viii) a alguns aspectos particulares da construção da referência (deixis e anáfora); (ix) ao contributo do Léxico: o verbo como categoria central da frase; (x) à gramática e pragmática de alguns tipos de verbos (verbos plenos, auxiliares, copulativos); (xi) ao verbo e à dimensão acional da linguagem – a teoria do ilocutório; (xii) ao funcionamento discursivo dos atos ilocutórios.



Bibliografia:
DUARTE, Inês, 2000, Língua Portuguesa. Instrumentos de análise, Lisboa, Universidade Aberta, caps. 1,2, 4 e 6.
DUARTE, I.; BRITO, A.M., 1996, “Sintaxe” in Faria, I. H.; Pedro, E. R.; Duarte, I.; Gouveia, C. (orgs.) 1996, Introdução à Linguística Geral e Portuguesa, Lisboa, Caminho, p. 247-302.
DUARTE, I., 2001, “Uso da Língua e Criatividade” in Fonseca, F. I.; Duarte, I. M.; Figueiredo, O. (org.) A Linguística na Formação do Professor de Português, Porto, Centro de Linguística da Universidade do Porto, p. 107-124.
FONSECA, J., 1993, Estudos de Sintaxe-Semântica e Pragmática do Português, Porto, Porto Editora (Colecção Linguística da Porto Editora, nº 1).
GOUVEIA, Carlos, 1996, “Pragmática” in FARIA, I. H.; PEDRO, E. R.; DUARTE, I.; GOUVEIA, C. (Orgs.), 1996, Introdução à Linguística Geral e Portuguesa, Lisboa, Caminho, p. 383-419.
LIMA, José Pinto de, 2007, Pragmática Linguística, Lisboa, Editorial Caminho, Colecção O essencial sobre Língua Portuguesa.
MACÁRIO LOPES, Ana Cristina & Graça RIO-TORTO, 2007, Semântica, Lisboa, Editorial Caminho, Colecção O essencial sobre Língua Portuguesa.
OLIVEIRA, F., 1996 “Semântica” in FARIA, I. H.; PEDRO, E. R.; DUARTE, I.; GOUVEIA, C. (Orgs.), 1996, Introdução à Linguística Geral e Portuguesa, Lisboa, Caminho, p. 333-382.
MATEUS, M. H. et al., [1983/2003], Gramática da Língua Portuguesa, Lisboa, Caminho, 5ª. edição revista e aumentada de 2003.
PERES, J. A. & Móia, T., 1995, Áreas Críticas da Língua Portuguesa, Lisboa, Caminho.
Bibliografia complementar (de consulta):
CAMPOS, Maria Henriqueta Costa; XAVIER, Maria Francisca, 1991, Sintaxe e Semântica do Português, Lisboa, Universidade Aberta.
CUNHA, C. & CINTRA, L. F. L., 1984, Nova Gramática do Português Contemporâneo, Lisboa, Edições Sá da Costa.
MATEUS, M. H. et al., [1983/2003], Gramática da Língua Portuguesa, Lisboa, Caminho, 5ª. edição revista e aumentada de 2003.
XAVIER, Maria Francisca; MATEUS, Maria Helena Mira (org.) 1990-1992, Dicionário de Termos Linguísticos, vol. I e II, Lisboa, Edições Cosmos, disponível online no seguinte local: http://www.ait.pt/recursos/dic_term_ling/index2.htm




Total de Horas de Trabalho: 156
Total de Horas de Contacto: 15

Avaliação:
O regime de avaliação preferencial é o de avaliação contínua, constituída pela realização de 2/3 e-folios (trabalhos escritos em formato digital), ao longo do semestre letivo, e de um momento final de avaliação presencial (p-fólio), a ter lugar no final do semestre, com peso de, respetivamente, 40% e 60% na classificação final. Os estudantes podem, no entanto, em devido tempo, optar um único momento presencial de avaliação, realizando, então uma prova de Avaliação Final (exame) com o peso de 100%.