SEMINáRIO DE FORMAçãO AVANçADA EM EPISTEMOLOGIAS E INTERCULTURALIDADES
Código: 43000
ECTS: 10
Departamento: Departamento de Ciências Sociais e de Gestão
Área Científica: Ciências Sociais
Palavras-Chave:
    Epistemologias
    Interculturalidades
    Diferenças
    Desigualdades
Docentes:
Teresa Joaquim
Área Científica: Antropologia; Filosofia; Estudos sobre as Mulheres
Correio Eletrónico: tjoaquim@uab.pt

Rosana Albuquerque
Área Científica: Relações Interculturais; Política Social; Sociologia
Correio Eletrónico: rosana@uab.pt

Sinopse:
O seminário está organizado em 3 módulos, 3 eixos de discussão teórica em que serão analisados textos sobre ciência, cultura, colonialismo, sexismo, género. Categorias compreendidas na sua interseccionalidade. Com este seminário pretende-se dar instrumentos teórico-analíticos de modo a permitir a compreensão da diversidade epistemológica da construção dos saberes.
 Na atualidade procedeu-se a um questionamento deste paradigma técnico-científico no contexto das sociedades contemporâneas marcadas por redes,  havendo necessidade de rever o modo como os conhecimentos foram construídos nas suas fronteiras disciplinares, cuja importância foi no entanto fundamental para a construção da modernidade, mas que hoje devem ser repensados num diálogo interdisciplinar e intercultural na releitura desses contextos e de uma etnografia revisitada, ou o modo como essas culturas questionam essa elaboração sobre elas próprias, e por isso como as mesmas se revêem, reinventam, num momento pós-colonial que permite, eventualmente, um percurso de “descolonização do conhecimento”, a partir de outras abordagens teóricas.
No contexto deste seminário em torno do modo como os saberes disciplinares se construíram e elaboraram conhecimentos sobre as outras culturas e que, na atualidade, devem ser lidas também a partir das dimensões culturais de globalização, marcadas por migrações e exílios de ordem diversa (pessoas, conhecimentos, práticas, técnicas, conceitos) nos quais há também elaboração  de saber entre várias formas de conhecimento, entre culturas. A compreensão destes entresaberes poderá ser, também ela, produtora de comunidade.


Competências:
Refletir criticamente sobre as temáticas da unidade curricular e designadamente:
1.Articular a relação entre construção de saberes e culturas.
2.Conhecer, numa perspetiva histórica e antropológica, a construção de saberes e de conceitos nomeadamente, cultura, etnocentrismo, relação, identidade, sexismo e racismo, de modo a que estes possam contribuir para uma melhor fundamentação da compreensão do mundo contemporâneo.
3.Refletir de forma critica sobre e, numa perspetiva de interseccionalidade, no cruzamento de diversos eixos de poder,de diferenciação e de desigualdade.
4. Produzir um discurso crítico fundamentado sobre as temáticas do seminário.
5. Desenvolver capacidade de elaboração teórica dos/as doutorandos/as relativamente a temas de relevância social, cientifica e de cidadania.


Conteúdos:
  1. Questões epistemológicas e interculturalidades: a construção de diferenças e de desigualdades
  2. Questões epistemológicas e interculturalidades: contributos para a elaboração de um conhecimento solidário
  3. Questões epistemológicas e interculturalidades: contributo das teorias críticas contemporâneas
     


Bibliografia:
Appadurai; Arjun (2004), Dimensões Culturais da Globalização, Lisboa: Editorial Teorema.

Collins, Patricia Hill (2000), Black feminist thought: Knowledge, consciousness, and the politics of empowerment, New York: Routledge.

Mohanty, Chandra Talpade (2003), Feminism  witout borders- decolonizing theory, practicing solidarity, Durham: Duke University Press

Said, Edward (2001), Orientalismo - o oriente como invenção do Ocidente. São Paulo:Companhia das Letras

Sanches, Manuela Ribeiro (org) (2005), Deslocalizar a Europa. Antropologia, Arte, Literatura e História na Pós-Colonialidade, Lisboa: Edições Cotovia.

Santos, Boaventura Sousa; Meneses, Maria Paula G; Nunes, João Arriscado (2004), “Introdução: Para ampliar o cânone da ciência:a diversidade epistemológica do mundo”. In Santos, Boaventura de Sousa (org.), Semear outras soluções. Os caminhos da biodiversidade e dos conhecimentos rivais. Porto: Edições Afrontamento. Disponível em: http://www.biomas.ufop.br/biomas/texto1.pdf

Observações: Na sala de aula virtual serão facultados recursos complementares para cada tema, ao longo do semestre letivo.
 


Metodologias de Ensino:
E-learning


Total de Horas de Trabalho: 260
Total de Horas de Contacto: 40

Avaliação:

Tendo por base o modelo pedagógico de EaD online, da UAb, para cursos de pós-graduação, a abordagem metodológica da unidade curricular centra-se num processo de ensino/aprendizagem teórico – prático , em regime de e-learning, turma virtual. Neste âmbito, o processo de aprendizagem implica uma dupla vertente de estudo e pesquisa individual e de trabalho colaborativo. Este último, desenvolve-se sob a forma de grupos de discussão assíncronos (fóruns de debate online no espaço da turma virtual, moderados quer pelas docentes quer pelos doutorandos) e de seminários conjuntos.
A avaliação das aprendizagens nesta unidade curricular será realizada com base na avaliação contínua das atividades individuais e em grupo. A avaliação final resulta da ponderação de vários elementos de avaliação: qualidade da participação em fóruns de debate; trabalhos individuais e em grupo (leituras críticas e ensaios); trabalho final individual.