ANáLISE DA CONJUNTURA SóCIO AMBIENTAL
Código: 22221
ECTS: 6
Departamento: Departamento de Ciências e Tecnologia
Área Científica: Sociologia
Docente:
Maria do Rosário Rosa
Área Científica: Sociologia
Correio Eletrónico: maria.rosa@uab.pt

Competências:
1.Relacionar criticamente os conceitos de teoria e prática;
2. Distinguir as principais questões que separam o paradigma positivista dos outros paradigmas científicos;
3. Conhecer o conceito e principais controvérsias em torno do tema da cidadania;
4. Formular sociologicamente e discutir criticamente o conceito de cidadania ambiental;
5. Analisar e discutir criticamente o conceito de “participação” social e política em termos de ambiente;
6 .Formular um problema teórico particular na área do ambiente, em Portugal;
7. Construir uma problemática em torno desse problema, elaborar um corpo de hipóteses e um modelo de análise coerente.


Conteúdos:
1. Questões epistemológicas;
2. Importância dos quadros de referência teóricos;
3. Paradigmas;
4. A construção dos problemas teóricos em ciências sociais: Aplicação prática na área do ambiente;
5. Conceitos de cidadania e participação e sua discussão no âmbito da questão ação/estrutura, da representação democrática, poder central e local;
6. A Questão ambiental em Portugal. Perspetivas dominantes e síntese do estado da arte;
7. Cidadania e capital social em Portugal, a construção de um problema teórico e de uma pergunta de partida para investigação.


Bibliografia:
  • Barreto,A. Org.(2000) A Situação Social em Portugal 1960-1999. Lisboa, Imprensa de Ciências Sociais.
  • Vala,J, Torres,A.(2006) Contextos e Atitudes Sociais na Europa. Lisboa: ICS.
  • Goode, WJ. e Hatt, PK. (1969)Métodos em Pesquisa Social. São Paulo: Cia Editora Nacional.
  • Schnnapper, D.(2000) Qu'est-ce que la citoyenneté?, Paris:Gallimard, Folio.
  • Dunlap,RE. (2002)Paradigms, Theory and Environmental Sociology, in Dunlap, Riley E., Buttel.
  • Dunlap,RE. (2002) Environmental Sociology: an Introduction in Handbook of Environmental Sociology, USA, Greenwood Press.
  • Frederick,H, Dickens,P e Gijswijt, A. (Eds.) Sociological Theory and the Environment. Classical Foundations, Contemporary Insights, Rowman & Littlefield Publishers, Inc.
  • Murphy,R. (1995) Sociology as if nature did not matter: an ecological critique, in The British Journal of Sociology, vol.46(4).
  • Schmidt,L. (1999) Sociologia do Ambiente: genealogia de uma dupla emergência, Análise Social nº 150.


Total de Horas de Trabalho: 156
Total de Horas de Contacto: 26

Avaliação:
A avaliação tem caráter individual e implica a coexistência de duas modalidades: avaliação contínua (60%) e avaliação final (40%). Essa avaliação será desenvolvida na aplicação de formas diversificadas, definidas no Contrato de Aprendizagem da unidade curricular.


Observações:
Capacidade de leitura na língua inglesa.