POLíTICA DE LíNGUA, GLOBALIZAçãO E DIVERSIDADE LINGUíSTICA
Código: 53040
ECTS: 7,5
Departamento: Departamento de Humanidades
Área Científica: Língua
Palavras-Chave:
    Política
    Língua
    Planeamento
    Diversidade
Docente:
Mário José Filipe da Silva
Área Científica: Linguística Aplicada (Estudos Portugueses – Política de Língua)
Correio Eletrónico: mario.silva@uab.pt

Sinopse:
No contexto dos Estudos Globais, esta UC de aprofundamento teórico pretende acompanhar as discussões nas áreas determinantes que contribuem para a definição e implementação de uma política de língua, sobre o modo como se vão construindo saberes sobre a diversidade linguística e cultural e das relações que se estabelecem nos espaços onde os falantes interagem, na perspetiva de globalização.
A UC está organizada em 4 módulos, correspondentes a 4 eixos de discussão teórica, que concorrem para os objetivos de aprendizagem. Integram políticas públicas de educação, intervenções nas vertentes interna e externa e no caso das línguas globais, a sua relação com os seus espaços geopolíticos, incluindo as organizações multilaterais globais e internacionais/regionais.
Esta UC pretende apresentar instrumentos teóricos e analíticos de modo a permitir a compreensão da diversidade da construção dos saberes numa perspetiva crítica no seio da Política de Língua e dos seus impactos sociais e políticos.


Competências:
No final desta Unidade Curricular os doutorandos deverão estar aptos a:
- Compreender a natureza, relevância e fins das Políticas de Língua num quadro social e geopolítico caracterizado pela globalização e diversidade linguística;
- Compreender o papel dos diversos planos de intervenção (nos contextos nacionais e internacionais), estratégias e consequências sociais das políticas de língua e do planeamento da língua (language management);
- Compreender e identificar o papel das Políticas de Língua no contexto da Promoção da Língua Portuguesa no exterior (e na sua vertente interna no contexto das migrações) e o seu impacto nos sistemas de ensino em que está integrada.

 


Conteúdos:
1. O domínio científico da Política de Língua e seu Planeamento (management);
1.1. Política de língua e mudança social;
1.2. Planeamento da língua ou gestão da língua (language management)? 
2. Política de língua e políticas públicas;
2.1. Política de Língua no quadro das políticas educativas;
2.2. Provisão de línguas estrangeiras no sistema educativo numa perspetiva económica.
3. Bilinguismo, Multilinguismo, Plurilinguismo e impacto social;
3.1. Ecologia das línguas;
3.2. Língua e identidade;
3.3. Diversidade linguística e estatuto das línguas no espaço público;
3.4. Direitos linguísticos e direitos humanos.
4. A questão da difusão externa da língua:
4.1. Língua e poder nas Organizações Internacionais.
4.2. Dimensão económica das línguas globais;
4.2.1. Glotofagia, imperialismo linguístico e línguas em contacto;
4.2.2. Imagem e atratividade das línguas globais.
4.3. Dimensão geopolítica dos países que se reclamam do espaço pluricontinental da língua portuguesa;
4.4. Português Língua Estrangeira e o Português Língua de Herança como polos centrais de intervenção do Camões, IP.


Bibliografia:
AA. VV. (2004) A Língua Portuguesa: Presente e Futuro. Actas, Lisboa, FCG, Portugal.
Calvet, L.-J. (2002) Le marché aux langues - Les effets linguistiques de la mondialisation. Paris, Plon, França.
Cooper, Robert L. (1989), Language Planning and Social Change. Cambridge, Cambridge UP. Filipe,
Mário (2021), Aspetos de política de língua e gestão linguística: notas sobre Portugal e a gestão linguística da língua portuguesa, [Em linha] Lisboa: Universidade Aberta. 89 p. (eUAb. Ciência e Cultura; 15). E-book, ISBN 978-972-674-909-7.
https://repositorioaberto.uab.pt/handle/10400.2/11493
Filipe, Mário (2006) Promoção da Língua Portuguesa no Mundo: Hipótese de Modelo Estratégico, Repositório Aberto. https://repositorioaberto.uab.pt/handle/10400.2/777 Hult, Francis, M.; Johnson, David Cassels (Editors), (2015) Research Methods in Language Policy and Planning, Wiley Blackwell, UK.
Johnson, David Cassels (2013) Language Policy, Palgrave Macmillan, Hampshire, England, UK.
Lopes, Luís Paulo Moita (dit.) (2017), Global Portuguese, Linguistic Ideologies in late modernity, Routledge, NY, USA.
Reto, Luís; Crespo, Nuno; Espanha, Rita; Esperança, José; Valentim Fábio (2020), O Essencial Sobre a Língua Portuguesa como Ativo Global, IN-CM, Lisboa, Portugal.
Reto, Luís; Machado, Fernando Luís; Esperança, José Paulo (2016) Novo Atlas da Língua Portuguesa, IN-CM, Lisboa, Portugal.
Ricento, Thomas; Peled, Yael; Ives, Peter, (Editors), (2014) Language Policy and Political Theory, Building Bridges, Assessing Breaches, Springer, Switzerland.
Spolsky, Bernard (2021), Rethinking Language Policy, Edinburgh University Press, UK.
Spolsky, Bernard (2009). Language Management, Cambridge, Cambridge UP, UK.


Metodologias de Ensino:
E-learning


Total de Horas de Trabalho: 195
Total de Horas de Contacto: 30

Avaliação:
A avaliação faz-se através da participação adequada nos fóruns e/ou com trabalhos (grupo ou individuais). Critérios de avaliação: rigor científico e domínio dos conceitos; clareza da comunicação, capacidade de síntese e relevância dos conteúdos.


Observações:
UC opcional