POLíTICA DE LíNGUA, GLOBALIZAçãO E DIVERSIDADE LINGUíSTICA
Código: 53040
ECTS: 7,5
Departamento: Departamento de Humanidades
Área Científica: Língua
Palavras-Chave:
    Política
    Língua
    Planeamento
    Diversidade
Docente:
Mário José Filipe da Silva
Área Científica: Linguística Aplicada (Estudos Portugueses – Política de Língua)
Correio Eletrónico: mario.silva@uab.pt

Sinopse:
No contexto dos Estudos Globais, esta UC de aprofundamento teórico pretende acompanhar as discussões nas áreas determinantes que contribuem para a definição e implementação de uma política de língua, sobre o modo como se vão construindo saberes sobre a diversidade linguística e cultural e das relações que se estabelecem nos espaços onde os falantes interagem, na perspetiva de globalização.
A UC está organizada em 4 módulos, correspondentes a 4 eixos de discussão teórica, que concorrem para os objetivos de aprendizagem. Integram políticas públicas de educação, intervenções nas vertentes interna e externa e no caso das línguas globais, a sua relação com os seus espaços geopolíticos, incluindo as organizações multilaterais globais e internacionais/regionais.
Esta UC pretende apresentar instrumentos teóricos e analíticos de modo a permitir a compreensão da diversidade da construção dos saberes numa perspetiva crítica no seio da Política de Língua e dos seus impactos sociais e políticos.


Competências:
No final desta Unidade Curricular os doutorandos deverão estar aptos a:
- Compreender a natureza, relevância e fins das Políticas de Língua num quadro social e geopolítico caracterizado pela globalização e diversidade linguística;
- Compreender o papel dos diversos planos de intervenção (nos contextos nacionais e internacionais), estratégias e consequências sociais das políticas de língua e do planeamento da língua (language management);
- Compreender e identificar o papel das Políticas de Língua no contexto da Promoção da Língua Portuguesa no exterior (e na sua vertente interna no contexto das migrações) e o seu impacto nos sistemas de ensino em que está integrada.

 


Conteúdos:
1. O domínio científico da Política de Língua e seu Planeamento (management);
1.1. Política de língua e mudança social;
1.2. Planeamento da língua ou gestão da língua (language management)? 
2. Política de língua e políticas públicas;
2.1. Política de Língua no quadro das políticas educativas;
2.2. Provisão de línguas estrangeiras no sistema educativo numa perspetiva económica.
3. Bilinguismo, Multilinguismo, Plurilinguismo e impacto social;
3.1. Ecologia das línguas;
3.2. Língua e identidade;
3.3. Diversidade linguística e estatuto das línguas no espaço público;
3.4. Direitos linguísticos e direitos humanos.
4. A questão da difusão externa da língua:
4.1. Língua e poder nas Organizações Internacionais.
4.2. Dimensão económica das línguas globais;
4.2.1. Glotofagia, imperialismo linguístico e línguas em contacto;
4.2.2. Imagem e atratividade das línguas globais.
4.3. Dimensão geopolítica dos países que se reclamam do espaço pluricontinental da língua portuguesa;
4.4. Português Língua Estrangeira e o Português Língua de Herança como polos centrais de intervenção do Camões, IP.


Bibliografia:
AA. VV. (2004) A Língua Portuguesa: Presente e Futuro. Actas, Lisboa, FCG, Portugal.
Calvet, L.-J. (2002) Le marché aux langues - Les effets linguistiques de la mondialisation. Paris, Plon, França.
Cooper, Robert L. (1989), Language Planning and Social Change. Cambridge, Cambridge UP.
Filipe, Mário (2006) Promoção da Língua Portuguesa no Mundo: Hipótese de Modelo Estratégico, Repositório Aberto.
Hult, Francis, M.; Johnson, David Cassels (Editors), (2015) Research Methods in Language Policy and Planning, Wiley Blackwell, UK.
Johnson, David Cassels (2013) Language Policy, Palgrave Macmillan, Hampshire, England, UK.
Reto, Luís; Machado, Fernando Luís; Esperança, José Paulo (2016) Novo Atlas da Língua Portuguesa, IN-CM, Lisboa, Portugal.
Ricento, Thomas; Peled, Yael; Ives, Peter, (Editors), (2014) Language Policy and Political Theory, Building Bridges, Assessing Breaches, Springer, Switzerland.
Spolsky, Bernard (2009). Language Management, Cambridge, Cambridge UP, UK.


Metodologias de Ensino:
E-learning


Total de Horas de Trabalho: 195
Total de Horas de Contacto: 30

Avaliação:
A avaliação faz-se através da participação adequada nos fóruns e/ou com trabalhos (grupo ou individuais). Critérios de avaliação: rigor científico e domínio dos conceitos; clareza da comunicação, capacidade de síntese e relevância dos conteúdos.


Observações:
UC opcional