LITERATURA ALEMã I
Código: 51167
ECTS: 6
Departamento: Departamento de Humanidades
Área Científica: Literatura
Palavras-Chave:
    Literatura Alemã
    Sentimentalismo
    Romantismo
    Naturalismo
Docente:
Gerald Bär
Área Científica: Literatura Alemã; Literaturas Comparadas; Estudos Artísticos.
Correio Eletrónico: gbar@uab.pt

Sinopse:
Numa primeira fase esta unidade curricular oferece uma visão panorâmica da história literária de expressão alemã, possibilitando a aquisição de conhecimentos genéricos (terminologia, definições, conceitos e épocas). A segunda fase concentra-se na análise mais aprofundada de temas, motivos e obras paradigmáticas em determinadas épocas ou movimentos literários, como por exemplo, no (Pre-)Romantismo e no Vormärz (período na História da Alemanha que se refere aos anos que antecederam as Revoluções de Março nos estados alemães da Confederação Alemã em 1848).


Competências:

•Capacidade de recolha, selecção e interpretação de dados relevantes para a análise de temas e motivos literários;
•Conhecimentos históricos e teóricos da literatura de expressão alemã entre a segunda metade do séc. XVIII e o final do séc. XIX, com o estudo de autores, géneros e motivos literários;
•Competências de leitura crítica de um texto literário e capacidade de análise literária, de sintetização e explanação de conteúdos, de cruzamento e confronto de ideias e reflexões;
•Compreensão e aplicação operativa de definições e conceitos teóricos no âmbito da história da literatura alemã.



Conteúdos:
A Unidade Curricular Literatura Alemã I pretende evidenciar aspetos da história literária de expressão alemã no seu contexto sociopolítico, tal como as características idearias e formais de vários movimentos e épocas. Baseia-se na análise de géneros e motivos em obras originais e paradigmáticas. Textos de crítica literária e debates online possibilitarão ao estudante o enquadramento estético e histórico. Esta unidade curricular propõe um debate contextualizado de uma seleção de textos emblemáticos da geração pré-romântica (Sturm und Drang, Empfindsamkeit), do Romantismo Alemão e do Vormärz. O estudo de obras literárias de todos os géneros que surgiram nestes movimentos e épocas inclui autores como Goethe, Chamisso, Hoffmann e Büchner.


Bibliografia:
COSTA, Fernanda Gil (1998) Literatura Alemã I, Lisboa: Universidade Aberta.
RIBEIRO, António Sousa (1999) Literatura Alemã II, Lisboa: Universidade Aberta.
BEUTIN, Wolfgang et al. (1993) História da Literatura Alemã, das origens à actualidade, vols. I e II, Lisboa: Cosmos/apaginastantas.
BARRENTO, João (trad. e org.) (1989) Literatura Alemã. Textos e Contextos (1700-1900), 2 vols., Lisboa: Presença.
GOETHE, Johann W. von (Die Leiden des jungen Werthers, 1774) Os sofrimentos do jovem Werther (trad. anônima, 1821; introdução Oliver Tolle (http://books.google.com.br/books?id=g9tyJp6IJH4C&printsec=frontcover&dq=isbn:8577150208#v=onepage&q&f=false)
Em alemão: http://gutenberg.spiegel.de/?id=5&xid=3793&kapitel=1#gb_found.
CHAMISSO, Adelbert von, A História Fabulosa de Peter Schlemihl (tradução e ensaio de João Barrento), Assírio & Alvim 2005 (ISBN: 9723709929). (Em alemão: gutenberg.spiegel.de/?id=5&xid=312&kapitel=1#gb_found).
HOFFMANN, E. T. A., “O reflexo perdido” ("Die Geschichte vom verlornen Spiegelbilde", 1815) em pdf. (Em alemão: http://gutenberg.spiegel.de/?id=5&xid=608&kapitel=1#gb_found).
BÜCHNER, Georg, Woyzeck, (1879 / trad. J. Barrento), Vila Nova de Famalicão: Húmus, 2010. (Em alemão: http://gutenberg.spiegel.de/?id=5&xid=263&kapitel=1#gb_found).


Metodologias de Ensino:
Esta unidade curricular é oferecida em regime de ensino online, através da utilização da plataforma Moodle, privilegiando-se a comunicação assíncrona.
Tendo como enquadramento do processo de ensino/aprendizagem uma permanente supervisão online, os alunos elaboram as tarefas propostas pelo docente, apresentando trabalhos, recensões críticas, relatórios, protocolos, etc., que serão objecto de avaliação e/ou classificação.



Total de Horas de Trabalho: 156
Total de Horas de Contacto: 15

Avaliação:
O regime de avaliação preferencial é o de avaliação contínua, constituída pela realização de 2/3 e-folios (trabalhos escritos em formato digital), ao longo do semestre letivo, e de um momento final de avaliação presencial (p-fólio), a ter lugar no final do semestre, com peso de, respetivamente, 40% e 60% na classificação final. Os estudantes podem, no entanto, em devido tempo, optar um único momento presencial de avaliação, realizando, então uma prova de Avaliação Final (exame) com o peso de 100%.


Observações:
Pré-requisitos: bons conhecimentos em línguainglesa (leitura).